LISÍSTRATA, A GREVE DO SEXO | AUTOR: ARÍSTOFANES




Livro: Lisístrata, a greve do sexo | Autor: Arístofanes
Editora: L&PM Pocket | Ano: 411 a.C. | Publicação: 2007
Nota: 

Falar de Lisístrata, é falar um pouco de mim, da minha experiência no mundo do teatro. Em 2012 eu encenei essa peça. Foi a primeira vez que subi em um palco e fui a protagonista dessa história. Estava super nervosa mas no final deu tudo certo, consegui dizer todo o texto e fiquei muito feliz com o resultado. Quem já viveu esse momento sabe a emoção que é. Foi uma das minhas grandes realizações na vida. Agora releio essa história para compartilhar com vocês.
SINOPSE
As mulheres atenienses, cansadas das aflições da guerra e sem poder político ou de decisão, fazem o que está ao seu alcance para pôr fim aos conflitos que estraçalham a Grécia do século V a .C.: decidem recusar-se aos seus maridos, em uma greve de sexo, enquanto estes não assinarem um tratado de paz. De quebra, elas se apoderam do tesouro da cidade, para minar novas incursões militares. Aristófanes, um dos maiores dramaturgos do mundo antigo, põe em cena Lisístrata, a comandante da revolta feminina e a primeira heroína de uma comédia. Nesta obra pacifista, que mantém sua força cômica, sua atualidade e sua pertinência, as mulheres e as mães posicionam-se contra a guerra e a mortandade - ainda que tal opinião nunca lhes tenha sido perdida.


Lisístrata é uma mulher com personalidade forte que se une a outras mulheres para acabar com a guerra na Grécia. Inconformada com aquela situação Lisístrata convoca todas a se unirem e fazer uma greve de sexo com os maridos até que eles finalmente chegassem a tão sonhada paz. À princípio elas ficam relutantes mas concordam selando em pacto. Os homens começam a se mobilizar contra ela, mas Lisístra é firme e vai de encontro a muitos guerreiros.


É uma leitura leve, divertida, crítica, que traz momentos históricos vividos na Grécia antiga. Foi escrita ainda em 411 a.C. por Aristofánes no período em que seu país vivia em guerra e ele procurava trazer à tona os problemas enfrentados. Na época as peças de teatro eram encenadas somente por homens, apenas mudando as máscaras, cores e vestimentas. Já existem versões para i cinema. 

Livro disponível nas principais lojas virtuais
AMAZON | CULTURA | SARAIVA | SUBMARINO



RESENHA DO LIVRO AQUI

PEÇA DE TEATRO COMPLETA


VEJA AQUI FOTOS DA PEÇA
Aristófanes nasceu em Atenas e, embora sua vida seja pouco conhecida, sua obra permite deduzir que teve uma formação requintada. Viveu toda a sua juventude sob o esplendor do Século de Péricles. Aristófanes foi testemunha também do início do fim de Atenas. Ele viu o início da Guerra do Peloponeso, que arruinou a hélade. Ele, da mesma forma, viu de perto o papel nocivo dos demagogos na destruição econômica, militar e cultural de sua cidade-estado. À sua volta, à volta da acrópole de Atenas, florescia a sofística – a arte da persuasão –, que subvertia os conceitos religiosos, políticos, sociais e culturais da sua civilização. Conta-se que teve dois filhos, que também seguiram a carreira do pai. Escreveu mais de quarenta peças, das quais apenas onze são conhecidas. 

Comente com o Facebook:

Lorena Caribé
Lorena Caribé

Olá !!! Sejam bem vindos !!! Meu nome é Lorena Caribé e esse é meu Blog Aventura Literário. Ele existe desde Novembro de 2015. É o espaço onde compartilho minhas leituras e curiosidades. Espero que vocês gostem e continuem visitando para novas atualizações. CONTATO: aventuraliteraria@hotmail.com

11 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    Não conhecia a obra, confesso que não sou muito fã de livros desse gênero, mas fico feliz que você tenha gostado e até encenado a peça, sendo a personagem principal. Achei legal o fato de ter uma versão para o cinema, pois assim como sua apresentação me faz ter uma ideia melhor da obra.
    Parabéns pela peça, estava linda.

    ResponderExcluir
  2. Achei muito legal O Aristófanes escrever essa obra em um período tão conturbado de sua época, afim de expor os problemas. É incrível como uma obra pode transpor a barreira do tempo e chegar em nosso tempo com tanta força. Não curto muito gêneros teatrais, mas esse já anotei aqui. Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia o livro e nem a peça, não é algo que me interesse mas gostei de saber a sua impressão com a leitura e conhecer esse seu lado atriz que eu não conhecia.

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante a peça, não conhecia, mas achei bem diferente do que costumo ler!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    Adorei conhecer o livro e fiquei curiosa para ler. Já li literatura grega há muitos anos e fiquei com vontade de ler de novo depois da resenha. Vou anotar a dica! Imagino como deve ter sido legal representar este livro. haha
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Não conhecia a obra e confesso que não faz muito o meu gênero de leitura, porém fico feliz em saber que além de você ter gostado, também foi além, para o teatro. Parabéns!

    Beijos,
    www.paginasincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi! Eu gosto muito de teatro, tanto para representar quanto ler...
    Adorei a premissa desse livro, pois parece bem divertido, ainda mais se tratando de uma tradução do Millôr rsrs
    Dica mais que anotada! Obrigada pela indicação!
    Imagino que a peça deve ter sido bem legal *-*
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  8. Oie não conhecia o livro mais fiquei curiosa em ler
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Adoreica premissa do livro! Já anotei a dica. Quanto a sua estréia como protagonista em uma peça, acredito que tenha começado com o pé direito! Desejo muito sucesso.

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Me seguraaaaaaaaaaaaaaaaa, sou loka por esse livro e nunca encontrei. Se você enjoar dele, pode me dar. É uma leitura do cacete, que todos deveriam fazer, obrigada por essa resenha.

    ResponderExcluir
  11. Essa mocinha para muito determinada viu. Adoro o tema. E eu amava teatro na escola, mas nunca apresentei nada clássico :/

    ResponderExcluir